Notícias empresariais!

GESTÃO DE PESSOAS - 5 dicas para tomar grandes decisões em períodos de estresse

Publicado em 01 de junho de 2022

Seja você um empreendedor ou funcionário, com certeza já passou por um momento em que precisou tomar uma grande decisão profissional. São ocasiões como aceitar a venda ou compra de uma empresa, pedir demissão de um emprego, arriscar a criação de um negócio ou assumir um novo cargo. Normalmente, essas decisões já são delicadas o bastante. Mas, durante um período de crise, como uma pandemia ou guerra, esses processos podem ficar muito mais difíceis.

Debra Brennan Tagg é fundadora da DBT360 Financial Plan, plataforma que ajuda pessoas a organizar seus planos financeiros e alcançar a vida que desejam. Em artigo para a Entrepreneur, ela compartilhou 5 dicas para passar por momentos estressantes com a cabeça erguida, mesmo que o mundo (ou você) esteja passando por uma crise.

Pergunte-se por quê

Tagg explica que é comum sempre pensarmos no objetivo final. Ela dá o exemplo de um empreendedor de sucesso que planeja se aposentar. Ele quer vender a empresa por X reais. Esse é o fim do seu plano, o seu objetivo. Mas e o seu “porquê”?

Ela diz que fez essa pergunta para um cliente que se encaixava nessa exata situação. Juntos, eles concluíram que o propósito era construir uma empresa que prosperasse nas mãos de novos proprietários, enquanto ele ganharia independência financeira e viajaria o mundo.

“Ao se concentrar em seus valores e visão, ele criou uma meta que independe da inflação, do mercado de ações e do preço da gasolina”, diz Tagg.

Alinhe a tomada de decisão ao objetivo final

Analisando o seu objetivo final, é possível alinhar a suas decisões para torná-lo realidade. Por exemplo, no caso anterior, “viajar o mundo” dava uma ideia de pressa, afinal o cliente gostaria de começar ainda jovem e aproveitar a jornada. Tagg e sua equipe foram capazes de traçar um plano estratégico para fazer tudo aquilo acontecer no tempo e nas condições necessárias.

Estabeleça um processo

O próximo passo, segundo a empreendedora, é traçar o rumo que você irá tomar em direção ao seu objetivo final. Os tópicos mais importantes são:

- Identificar os riscos e oportunidades inerentes à estratégia

- Identificar riscos ou oportunidades maiores que o normal

- Perguntar a si mesmo se essa nova estratégia diminui os riscos ou os benefícios das  oportunidades 

O cliente de Tagg entendeu que a liderança era um aspecto forte para a saúde da sua empresa, mesmo que "sob nova direção". Por isso, ela o ajudou a desenvolver um plano para substituir a função dele por uma equipe que compartilhasse sua paixão pelo negócio. 

Recomece

Contudo,Tagg deixa claro que essa estratégia pode não dar certo. Contratar um time para substituir o cliente pode ser algo caro e complicado para a empresa. O importante é traçar um caminho baseado em estudo e dedicação. Se nada der certo, sempre será possível começar do início.

Considere estratégias alternativas

Se o processo de contratação, ainda usando o exemplo do cliente de Tagg, for muito assustador, a ideia de simplesmente vender a empresa a quem der o maior lance será tentadora, mas não cumprirá o objetivo proposto.

Ela explica que é importante abrir o leque de escolhas e avaliar cada estratégia e decisão a ser tomada, bem como seus riscos e benefícios. Com um planejameto sólido e um processo já deliberado, atingir a meta se tornará possível, não importa qual seja.

Fonte: Revista PEGN - Globo

Voltar a listagem de notícias